Como tirar visto para a Inglaterra

Nesse artigo, irei te ensinar o passo a passo sobre como tirar os principais tipos de visto para a Inglaterra. Porém, saiba que existem alguns casos que você pode entrar na Inglaterra sem visto.

A Inglaterra é um dos países mais clássicos do mundo, cheio de castelos e com diversas referências da época medieval. Portanto, acredito que não preciso te contar que o país é um dos lugares mais visitados do mundo.

No entanto, o visto para a Inglaterra funciona um pouquinho diferente do que estamos acostumados a ver na Europa. Mas, não pense que isso é negativo.

Se você for um cidadão brasileiro, pode visitar o país a turismo sem a necessidade de um visto. Contudo, você não pode estudar, muito menos trabalhar, enquanto estiver a turismo na Inglaterra. Explicaremos um pouco mais sobre isso adiante.

Ao total, os vistos da Inglaterra são divididos em:

  • Visto Tier 2 – Esse tipo de visto para a Inglaterra é diretamente para aquelas pessoas que possuem uma oferta de emprego para o país. Assim, o candidato deve apresentar uma carda do empregador inglês chamada de COS (Certificate of Sponsor). Além disso, é necessário que você comprove o seu nível de inglês e que possui recursos suficientes para se manter na Inglaterra.
  • Visto Tier 4 – Se você deseja fazer intercâmbio na Inglaterra, esse é o visto ideal. Portanto, o visto Tier 4 é especialmente para aqueles que desejam estudar no país, o que também explicaremos mais adiante.
  • Visto Tier 5 – Esse tipo de visto para a Inglaterra é para trabalhadores que permanecerão no país apenas temporariamente. Como exemplo, podemos citar esportistas, trabalhadores voluntários, entidades religiosas, etc.

No entanto, para tirar o visto Tier 5 da Inglaterra, é necessário que a sua empresa emita o COS e esteja licenciada pelo UK Border.

Leia também: 12 pontos turísticos da Inglaterra

Será que você precisa mesmo de um visto para a Inglaterra?

Você deve ter reparado na nossa lista acima que não há nenhum visto para turistas entrarem no país. Isso acontece pois o visto de turismo para a Inglaterra não é exigido para os brasileiros.

No entanto, você ainda precisa de uma autorização para entrar no país. A permissão da entrada é concedida logo após o desembarque no aeroporto inglês, onde os viajantes são submetidos à imigração. Nesse momento, todos os seus documentos serão avaliados, podendo a sua entrada ser aceita ou não.

Não se preocupe, pois o procedimento costuma ser bem tranquilo. A entrevista será realizada por um oficial da imigração, que fará algumas perguntas para saber um pouquinho mais sobre o que você pretende fazer no país.

Caso você seja aceito na entrada do país, eles irão te entregar ali mesmo uma espécie de visto para que você possa transitar legalmente pelo país. Portanto, ao contrário do que muitas pessoas falam, a entrada de turistas na Inglaterra não é totalmente liberada e existe sim a necessidade de um visto, que é bastante facilitado pelo governo.

Se você está em dúvida se precisa ou não de um visto para a Inglaterra, acesse o site oficial do Governo da Inglaterra e marque as alternativas conforme forem surgindo as perguntas. Ao final, a plataforma lhe dirá se você precisa ou não de um visto inglês.

Leia também: Documentos necessários para tirar o passaporte

Tudo sobre o visto de turista da Inglaterra

tudo sobre o visto de turista para a Inglaterra
Se você vai para a Inglaterra a turismo e ficará por menos de 6 meses, então não precisará de um visto de turista.

Para os brasileiros que estão viajando à Inglaterra para turismo por um tempo inferior a 6 meses, que é o tempo de validade do visto, não é necessário ter algum documento em específico que autorize você a entrar no país. Dessa forma, todo o processo é realizado durante a chegada ao aeroporto.

Assim, os documentos necessários para o visto de turista na Inglaterra que serão solicitados pelas autoridades da imigração são:

  • Passaporte dentro do prazo de validade (ao menos 6 meses);
  • Passagens de ida e de volta ao Brasil;
  • Documentos que comprovem que você consegue se manter durante o tempo que permanecer no país. Sendo assim, podem ser apresentados:
    • Comprovante de renda, extratos bancários dos últimos 3 meses;
    • Comprovante de reservas realizadas em algum hotel. Caso você se hospede na casa de um parente ou amigo, será necessário apresentar uma Carta Convite;
    • Algum documento que mostre os seus vínculos com o Brasil, como a documentação do seu carro, casa ou empresa.

Vale lembrar também que, se houver qualquer outra coisa que você puder apresentar para fortalecer os seus argumentos sobre a sua intenção no país, vale à pena mostrar ao oficial da imigração.

Além disso, os oficiais da imigração podem perguntar quanto você possui em dinheiro e sobre os seus cartões de crédito, pré-pagos, débito, etc. Assim, pode acontecer que eles peçam para conferir a quantia que você está levando para a viajem. Portanto, quando eles perguntarem algo para você, não minta de forma alguma.

No entanto, não precisa se desesperar ou ficar nervoso. A entrevista será bem tranquila e eu tenho certeza que você vai conseguir passar nela. Bem, ao menos a minha torcida você já tem. Boa sorte!

Tudo sobre o visto de estudante para a Inglaterra

como tirar visto para estudar na inglaterra
A Inglaterra é referência quando se trata de educação. Além de possuírem os melhores cursos de inglês, suas escolas de ensino superior, como Oxford e Yale estão entre as mais conceituadas do mundo.

Como falamos na introdução, o visto de estudante é essencial para quem deseja realizar um curso com duração maior do que 6 meses na Inglaterra. Sendo assim, esse visto se encaixa no Tier 4.

No entanto, o visto de estudante está dividido em duas modalidades: o visto de estudante de curta duração, e o visto de estudante geral.

1.Visto para estudo de curta duração

Como o próprio nome já diz, o visto de estudo de curta duração costuma ter um prazo bem limitado. Sendo assim, o período máximo que você pode passar na Inglaterra estudando é de 11 meses. Portanto, se o tempo do seu curso passar desse tempo, somente o visto de estudo geral será aceito pela imigração inglesa.

Dessa forma, como você já deve imaginar, não é possível trabalhar, estudar em alguma escola pública ou aumentar o seu tempo de permanência no país. Além disso, você não terá o direito de levar um acompanhante para a Inglaterra.

Documentos necessários para o visto de estudo de curta duração:

  • Passaporte com validade de no mínimo 11 meses;
  • Comprovantes que assegurem a sua capacidade de se manter financeiramente no país, como:
    • Extratos bancários, contracheques, comprovante de renda;
    • Se a sua viajem estiver sendo bancada por alguém, é necessário que essa pessoa apresente uma declaração;
  • Formas de provar as suas intenções de voltar ao país de origem, como os documentos de um carro, da casa, de uma empresa, etc;
  • Se você é menor de idade, é preciso apresentar uma carta de autorização dos seus responsáveis e o contato de pelo menos um deles;
  • Carta de aceitação da instituição educacional.

Vale lembrar que para os brasileiros que quiserem fazer o pedido desse visto, não é necessário provar a fluência na língua inglesa, afinal, esse visto é o principal para quem deseja aprender o idioma no país.

2. Visto geral para estudo de longa duração

Ao contrário do visto para estudo de curta duração, esse possui muito mais benefícios para quem deseja estudar na Inglaterra. O visto geral de estudos permite que você permaneça estudando no país por mais de 11 meses, estendendo a sua estadia até o fim do seu curso, período analisado e determinado pela imigração.

Além disso, o estudante que possuir esse visto está liberado para trabalhar no país enquanto estuda. No entanto, você deve tirar o documento ao menos 3 meses antes de começar as suas aulas, sendo necessário pagar uma taxa pela emissão do visto e uma quantia anual para o sistema de saúde do país.

Documentação necessária para o visto de estudo de longa duração:

  • Passaporte válido durante todo o período que você permanecer na Inglaterra;
  • Comprovantes que mostrem a sua capacidade de se manter financeiramente na Inglaterra, como:
    • Extratos bancários, comprovante de renda, contracheques;
    • Caso a sua viajem esteja sendo paga por alguma instituição ou pessoa, é necessário que ela apresente uma declaração;
  • Se você é menor de idade, é necessário apresentar uma prova de consenso dos responsáveis sobre a sua viagem, além do contato de algum deles;
  • Carta de aceitação na instituição de ensino que você pretende estudar;
  • Certificado de proficiência em inglês (IELTS).

Se você se formar na Inglaterra e desejar trabalhar por tempo integral, o visto de estudante Tier 4 deixará de ser válido, sendo necessário a aplicação de um visto de trabalho Tier 2.

Visto para trabalho da Inglaterra

como trabalhar na inglaterra visto para trabalho
Trabalhar na Inglaterra e receber em libras é o sonho de qualquer brasileiro. No entanto, você deve estar atento à todas as normas que o país designa para os trabalhadores imigrantes.

Se você pretende trabalhar na Inglaterra, saiba que existem 2 tipos de visto: Tier 2 e Tier 5. Em alguns lugares, você pode encontrar falando sobre o visto Tier 1, mas ele foi encerrado pela Inglaterra no começo de 2018.

Tier 2 – Visto de Trabalho para a Inglaterra

O Tier 2 é a modalidade de visto para trabalhar na Inglaterra utilizado, principalmente, por profissionais altamente qualificados que desejam trabalhar no país. Sendo assim, os requisitos que o torna elegível ou não para a solicitação desse visto são:

  • Receber uma proposta de emprego para a Inglaterra;
  • Ter um certificado de patrocínio para a sua viajem;
  • Receber um salário mínimo adequado para a sua função ou ao menos £30.000 por ano;
  • Provar que o seu nível de fluência no inglês o deixa capacitado para exercer a sua função no serviço. Para isso, você pode apresentar um certificado ou realizar uma prova de proficiência;
  • Apresentar um histórico com todas as viagens que você realizou nos últimos 5 anos;
  • Comprovar que você possui fundos suficientes para se manter no país durante os primeiros dias no país;
  • Caso o seu emprego exija que você trabalhe diretamente com pessoas que se encontram em situação vulnerável (educação, saúde, terapia ou serviços sociais), é necessário que você apresente um registro criminal contemplando todos os países que você permaneceu por mais de 1 anos, dos últimos 10 anos.

Tier 5 – Visto de Trabalho temporário para a Inglaterra

Como o próprio nome já fala, o visto Tier 5 é apenas temporário. Sendo assim, esse tipo de visto é estendido por no máximo 2 anos, afinal, ele é designado especialmente para quem trabalha em instituições de caridade, esportes, para alguns tipos de intercâmbio, em instituições religiosas ou para jovens de 18 a 30 anos que desejam trabalhar no país por no máximo 2 anos.

No entanto, é importante lembrar que esse visto para trabalho não pode ser renovado nem estendido. Além disso, ele não pode ser alterado para o visto de trabalho Tier 2. Portanto, se o seu tempo de visto está próximo de expirar, você deverá regressar ao seu país, para poder aplicar novamente esse visto.

Perguntas frequentes sobre o visto para a Inglaterra

É necessária a tradução dos documentos?

Segundo as orientações do site oficial do Governo do Reino Unido, é essencial que os seus documentos estejam traduzidos para a língua inglesa ou para o gaulês, independente do seu tipo de visto. Sendo assim, você deve apresentar alguns requisitos que provem que o texto que eles receberam na hora da checagem é realmente compatível com o seu documento original:

  • A confirmação do próprio tradutor que foi responsável pelo trabalho de que os dois documentos são idênticos;
  • A data de tradução dos documentos;
  • O nome completo e a assinatura do tradutor responsável;
  • Outras informações sobre o tradutor, como contato e certificação.

Dessa forma, podemos entender que somente um tradutor pode realizar a tradução dos seus documentos. Sendo assim, nem pense em usar o Google Tradutor para esse servicinho, pois ele será recusado.

É preciso tomar alguma vacina para entrar na Inglaterra?

Essa é uma das perguntas mais recorrentes quando falamos de imigração para a Europa. Não é exigido que você tome alguma vacina em específico para entrar na Inglaterra, nem mesmo a da febre amarela, basta ter a sua carteira de vacinação em dia. Porém, se você for vacinado contra a febre amarela, considere isso como um “facilitador” para a sua entrada no país, além de ser ótimo para a sua segurança.

É preciso realizar o exame para tuberculose para entrar na Inglaterra?

Se você pretende ficar na Inglaterra por mais de 6 meses, a imigração do país irá exigir que você apresente um exame para tuberculose caso more em algum desses países. Porém, o Brasil não é um deles, portanto, fique tranquilo.

No entanto, caso você tenha residido em algum desses países recentemente, será necessário apresentar um raio-X do peito para o teste de tuberculose. Caso algum desses exames não estiver limpo, pode ser que os oficiais te peçam uma amostra de expectoração, que será analisada.

É necessário ter um seguro de viagem para entrar na Inglaterra?

É sempre bom lembrar que a Inglaterra não faz parte do Tratado de Schengen, que permite a livre circulação de pessoas entre todos os países que fazer parte do acordo.

Sendo assim, ela não segue as exigências do documento, entre elas a necessidade de um seguro de viagem que possua uma cobertura mínima de € 30 mil para cuidados médicos.

Ainda assim, recomendo que você tenha um bom seguro de viagem. É claro que não precisa ser nada tão caro quando o do Tratado, mas é uma segurança a mais que você tem enquanto viaja.

Como você é um turista, não tem direito ao tratamento médico através da saúde pública do país. Assim, o que resta são as clínicas particulares, que são caríssimas.

Se restou alguma dúvida sobre como tirar o visto para a Inglaterra, não se esqueça de conferir o site oficial do Governo Britânico, onde eles conseguem esclarecer para você os casos mais específicos.

Compartilhar é se importar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo