Comidas Típicas de Cuba

Compartilhar é se importar!

As comidas típicas de Cuba apresentam a riqueza cultural do país. Por isso, não deixe de conferir nossas dicas e provar todos as receitas. Acreditamos que é essencial conhecer os alimentos tradicionais do seu destino, porque é algo que faz parte da cultura do país, permite conhecer histórias e costumes. Além disso, proporciona experiências inesquecíveis.

As comidas típicas de Cuba são uma mistura da influência espanhola, caribenha, africana, norte-americana e francesa. Essa junção de culturas acontece por causa da presença de diferentes povos que estavam em Cuba após a chegada de Cristóvão Colombo, em 1429.

A culinária chinesa também faz parte das comidas típicas de Cuba, em especial a região de Havana. Depois da abolição do tráfico de escravos, quase 200 mil chineses foram trabalhar na ilha caribenha. O resultado é uma interessante e saborosa mistura de sabores, ingredientes e técnicas de preparo.

Comidas típicas de Cuba

Para brasileiros é fácil apreciar as comidas típicas de Cuba, porque as receitas incluem ingredientes semelhantes aos utilizados no Brasil. Por exemplo, é comum encontrar milho, arros, batata, carne bovina e suína. Portanto, confira nossa seleção das receitas tradicionais de Cuba! São dez pratos para você conhecer e, posteriormente, saborear e até tentar reproduzir.

Ropa vieja

É um guisado com pedaços de carne moída que é cozida com tomates e servida com arroz branco. Ropa vieja significa “roupas velhas”, porque os ingredientes podem ser sobras de outras receitas.

Yuca con mojo

Entre as comidas típicas de Cuba é muito comum encontrar receitas que levam carnes. Porém, o Yuca com mojo é uma opção para os vegetarianos, porque o prato é feito com mandioca cozida (aipim ou macaxeira, dependendo do vocabulário da região brasileira em que você mora) e um molho especial.

Ajiaco de cuba

O ajiaco também é encontrado em outros países da América Latina. É feito com sopa de batatas nativa de Cuba, frango e milho. Porém, a batata utilizada no ajiaco não é a tradicional do Brasil. Durante o preparo acrescenta-se Guasca, uma erva comum nas comidas típicas de Cuba. Geralmente, conta com acompanhamento de creme de leite, abacate e alcaparras – tornando uma refeição completa e saborosa. É claro que a receita é tradicional do país, mas é possível arriscar uma versão adaptada. Confira a receita:

Ingredientes

• 2 colheres (sopa) de alcaparras

• 1 xícara (chá) de creme de leite

• 1 kg de carne (coxão mole, patinho) cortada em cubos

• 1 ½ kg de frango cortado em 6 a 8 pedaços

• 3 espigas de milho verde cortadas em pedaços

• 1 abacate sem casca e cortado em fatias finas

• Louro, cominho, tomilho e sal a gosto

• 4 batatas cortadas em fatias grossas

• Pimenta-do-reino

• 1 cebola grande

Modo de preparo

  1. Coloque o frango e a carne numa panela e cubra com água.
  2. Em seguida, junte a cebola, o louro, o cominho, o tomilho, o sal e a pimenta.
  3. Cozinhe até que as carnes fiquem macias, espumando de vez em quando.
  4. Posteriormente, retire os pedaços de frango e desosse, eliminando a pele.
  5. Corte em tiras.
  6. Depois coe o caldo, passando para uma outra panela, e junte as carnes, as batatas e o milho, até que tudo fique bem macio.
  7. Ao servir, coloque em cada prato 1 colher (sopa) de creme de leite, 1 colherada de alcaparras, 1 concha da sopa e algumas fatias de abacate.

Arroz Congrís

Quando citamos que brasileiros não possuem muita dificuldade com as comidas típicas de Cuba falamos sério. O arroz congrís é arroz com feijão vermelho cozidos na mesma panela. Também é conhecido como “Mouros e Cristãos” refere-se ao domínio árabe na Espanha que durou mais de 500 anos (711 – 1494). “Mouros” é sobre os árabes africanos e “Cristãos” referindo-se aos ibéricos.

Chicharrones

Chicharrones é o torresmo do Brasil. São servidos com arroz Congrís ou outros alimentos como carne, mandioca e batatas cubanas. Como o preparo envolve frituras, é um prato com alto teor calórico e de gorduras.

Arroz con pollo a la chorrera

Arroz con pollo a la chorrera é um arroz com frango cozido com cebolas, tomates, pimentas, aipo, alho e coentro. Podemos comparar essa comida típica como uma versão cubana da famosa paella espanhola, porque mistura muitos ingredientes com aspecto parecido ao da receita dos espanhóis. Porém, nunca diga isso para um cubano, porque provavelmente ele ficará ofendido. É um prato simples, mas com muito sabor. Perfeito para um almoço delicioso e tranquilo na sua viagem ou em casa se desejar tentar a receita.

Ingredientes

  • 1,3 kg de frango, em vários pedaços
  • 1 colher de sopa de urucum em pó
  • 1 colher de sopa de cominho em pó
  • ½ colher de sopa de coentro em pó
  • 10 dentes de alho amassados
  • 2-3 colheres de sopa de óleo ou manteiga
  • 1 cebola branca picada (cerca de duas xícaras)
  • 2 talos de aipo bem picados
  • 4 tomates sem pele e picados
  • 1 pimentão picado
  • 1 xícara de cerveja ou vinho branco
  • 1 a 1 ½ xícara de água ou caldo
  • 2 xícaras de arroz
  • 2 cenouras médias picadas
  • 1 xícara de ervilhas, frescas ou congeladas
  • 3 colheres de sopa de coentro bem picado
  • Sal e pimenta-do-reino
  • Acompanhamentos:
  • Bananas-da-terra maduras fritas
  • Cebollas encurtidas (cebolas marinadas) ou salada
  • Fatias de abacate
  • Ají criollo

Modo de preparo

  1. Misture o alho amassado, o urucum, o cominho, o coentro e o sal.
  2. Em seguida, esfregue o tempero de alho nos pedaços de frango.
  3. Aqueça o óleo ou manteiga em uma frigideira grande em fogo médio, junte os pedaços de frango (com a pele voltada para baixo), e cozinhe até dourar de cada lado.
  4. Posteriormente, adicione as cebolas, tomates, pimentão e aipo picados, misture bem e deixe cozinhar por dez minutos, mexendo de vez em quando.
  5. Coloque uma xícara de cerveja ou vinho branco, cozinhe por entre 20 a 25 minutos em fogo médio, até que o líquido reduza pela metade. Mexa frequentemente.
  6. Adicione o caldo ou a água, o arroz, as ervilhas e as cenouras, então mexa bem.
  7. Tampe e cozinhe em fogo médio por cerca de 20 minutos.
  8. Depois dos 20 minutos, abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais 10 a 15 minutos, ou até que o arroz fique macio, mas ainda um pouco firme.
  9. Por fim, junte o coentro picado e sirva com “maduros fritos” (bananas-da-terra maduras fritas), uma pequena salada, cebolas marinadas, fatias de abacate e molho picante à parte.

Tamales

É mais uma das comidas típicas de Cuba que leva uma mistura de frango e milho picados e triturados. É encontrado em outros locais da América, mas cada região utiliza tempos diferentes e característicos do local. Por isso, os sabores costumam variar bastante.

Plátanos

Rodelas de bananas chips fritas. Uma perfeita junção de alimento tropical com frituras típicas do país. Provavelmente você já provou esse petisco no Brasil, mas vale a pena prová-lo na versão Cubana se estiver viajando.

Sobremesas cubanas

Depois de conhecer receitas ideais para o almoço, é o momento de descobrir as principais opções de doces para pedir uma sobremesa ou tomar um delicioso café de tarde sem deixar de saborear as comidas típicas de Cuba. Há alguns doces famosos como Rosquita, tortica de morón e biscocho. Em geral, são acessíveis para os turistas, porque são baratos e fáceis de encontrar para comprar.

Bebidas de Cuba

As bebidas são preparadas com muita criatividade. As mais famosas são:

  • Daiquiri
  • Cuba-Libre
  • Creme de Vie
  • Rum
  • Mojitos
  • Bucanero (cerveja local)

Mojitos

O Mojito possui uma lenda que diz que a bebida seria a preferida do escritor Ernest Hemingway. Segundo a história, Hemingway costumava desfrutar da bebida no bar cubano “La Bodeguita”, e era um amante de bons drinques. Estudiosos acreditam que essa informação é falsa, mas, mesmo assim, a bebida é muito conhecida por conta da lenda que a cerca.

E você, já provou e pretende experimentar algumas dessas comidas típicas de Cuba? Queremos saber das suas experiências gastronômicas. Fale conosco, porque amos adorar ouvir as suas histórias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo